Voce sabe qual a importância das sementes crioulas ?

Comida para assistir
16 de agosto de 2017
Bullguer, primeiro smash burger do Brasil, abre loja em Jundiaí , em sua primeira unidade fora da capital do Estado de SP
18 de agosto de 2017

Voce sabe qual a importância das sementes crioulas ?

As sementes crioulas, segundo a legislação brasileira também é chamada de sementes de variedade local ou tradicional, são aquelas conservadas e manejadas por agricultores familiares, quilombolas, indígenas e outros povos tradicionais e que, ao longo de milênios, vêm sendo permanentemente adaptadas às formas de manejo dessas populações e aos seus locais de cultivo.

       Uma característica fundamental dessas sementes é sua grande diversidade genética. O manejo de diversas variedades para cada espécie cultivada (além do plantio consorciado de várias espécies) constitui uma importante estratégia para segurança alimentar de agricultores familiares. A diversidade intraespecífica, nesse caso, constitui um fator promotor de resiliência aos sistemas produtivos, conferindo maior resistência aos ataques de pragas e doenças, bem como às próprias variações do clima.

       Outro dado relevante a ser destacado é o conhecimento associado aos recursos genéticos locais que guardam as famílias agricultoras. Ressalte-se, nesse contexto, o papel dos chamados guardiões de sementes, ou guardiões da biodiversidade: agricultores que manejam e conservam um grande número de espécies e variedades cultivadas e que sobre elas detêm vasto conhecimento. Estes Guardiões promovem um enfrentamento o modelo de agricultura pautada no agronegócio e no monocultivo.

Tipos de Sementes

Sementes híbridas

Híbridos são criados durante um processo controlado de reprodução de plantas para gerar uma planta superior. As duas plantas-mãe tem características diferentes e cada uma delas sempre produzirá a mesma descendência quando isoladas.

Sementes Transgênicas

Sementes transgênicas são sementes modificadas geneticamente. São utilizados cruzamentos artificiais, feitos em laboratórios, para inserir genes especiais em determinadas plantas. Podem ser genes de outras plantas ou genes de vírus e bactérias para que a planta adquira resistência a determinados tipos de pesticidas e/ou para que a própria planta produza seu inseticida. Em uma lavoura em que as plantas vieram de sementes transgênicas, pode-se utilizar pesticidas para combater pragas, sem danificar as plantas dessas sementes. Os lados negativos levantados por pessoas e organizações contrárias aos transgênicos são muitos. O meio ambiente já está sendo afetado, com o aumento de agrotóxicos utilizados nesses cultivos (além da contaminação direta ainda podem gerar plantas daninhas e pragas mais resistentes ao longo do tempo, necessitando cada vez mais agrotóxico) e a contaminação por polinização cruzada com plantas convencionais.

Sementes Orgânicas

Sementes orgânicas tem o mesmo significado dos produtos orgânicos vendidos no supermercado. Elas são produzidas de acordo com padrões específicos que certificam a sua qualidade. A maioria das sementes orgânicas comercializadas são certificadas por uma entre as 8 diferentes empresas certificadoras no Brasil, fiscalizadas pelo Ministério da Agricultura.

Sementes comuns com e sem defensivos

São aquelas sementes encontradas em vários supermercados, agropecuárias e floriculturas. As sem defensivos são aquelas que não foram tratadas quimicamente após a colheita. Esses defensivos são adicionados a semente para ter uma função fungicida, inseticida ou ambas. Mesmo a semente sendo sem defensivo, não significa que ela seja orgânica. Ela deve ter sido gerada a partir de plantas que tiveram agrotóxicos aplicados. Podem ser encontradas variedades híbridas mas não variedades transgênicas.

Sementes Crioulas

As sementes crioulas são muito conhecidas no exterior como Heirloom que se traduz literalmente como “Relíquias de família”, no sentido de herança.

Sementes crioulas são sementes que passaram pela polinização aberta* e que não foram expostas a reprodução híbrida. Isso significa que a pessoa que plantará uma semente crioula, sempre colherá a mesma qualidade das plantas-mãe e poderá guardar as sementes para replantar quantas vezes quiser, mantendo a qualidade.

Essas sementes não podem sofrer polinização cruzada*, para que possam manter a qualidade genética.

As sementes crioulas trazem alguns benefícios em relação as outras:  os vegetais de semente crioulas são mais saborosos, supostamente são também mais nutritivos, pode-se guardar as sementes que resultarão vegetais de mesma qualidade, etc.

Para celebrar e propagar o cultivo destas riquezas, existem diversas feiras de trocas de sementes crioulas, é muito legal e vale a pena participar, você irá descobrir muitas espécies novas:

Faça parte do Slow Food

Associa-se e contribua com o movimento para o Alimento ‘’ BOM , LIMPO E JUSTO’’

Contato : Anderson Medeiros

Lider Convivio Slow Food Campo Grande

67 99985-4310

Foto:Sementes Crioulas no Terra Madre – ( Salone del gusto )  Turin – Italia Novembro 2016 – Arquivo Pessoal

Iniciativa SEBRAE/MS